• Dra Milena
Policial

Delinquentes fazem arrastão e roubam celulares de adolescente na Praça do CEPA, na manhã desta quinta-feira (09), em Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

A redação do Patosonline.com foi procurada na manhã desta quinta-feira, dia 09 de junho, pela senhora Socorro, avó de um aluno da ECI Monsenhor Manoel Vieira (CEPA), fazendo o relato acerca de um arrastão promovido por assaltantes na Praça Edvaldo Mota, a popular Praça do CEPA, enquanto os alunos esperavam a abertura dos portões do colégio.

De acordo com ela, o fato aconteceu por volta das 07h00min da manhã desta quinta-feira (09), e os bandidos levaram os aparelhos celulares de cerca de 4 (quatro) adolescentes, dentre eles seu neto, que estavam na Praça. Felizmente, os delinquentes levaram apenas os celulares e não praticaram nenhuma violência contra os menores.

“Aconteceu agora de manhãzinha, pelas 07h da manhã, na Praça do Cepa. O meu neto, Diego, foi pra o colégio, a mãe dele deixou ele lá e foi para o trabalho, aí o bichinho ficou sentado lá na praça, aí foi chegou uns bandidos, tomaram o celular dele e saíram correndo, a sorte que não fizeram nada com ele […], aí quando chegou mais na frente um pouquinho tinha mais duas mocinhas e outro rapazinho, eles tomaram também e foram embora”, relatou.

Preocupada com a situação, dona Socorro pede mais policiamento no local, principalmente durante esse período em que os alunos ficam aguardando a abertura dos portões e quando saem no final da tarde: “Lá na praça tinha que ter mais segurança, policial, alguma coisa, porque é muita criança ali que estuda aí esses bandidos ficam fazendo isso, então eu queria fazer um apelo pra ter uma segurança naquele colégio, porque chega policial depois que acontece, era pra ter lá uma segurança para aquelas crianças, pra ter uma guarda lá de algum policial, pelo menos enquanto eles entram pro colégio e quando eles saem”, disse Socorro.

A redação do Patosonline.com conversou com o Comandante do 3º BPM de Patos, Tenente-Coronel Esaú Lucena, que informou que irá aumentar o policiamento no local durantes esses períodos: “Tenho ciência e estamos em diligências. Orientação é evitar a permanência na praça. Mas iremos canalizar o policiamento para os horários. Já conversei com Tânia diretora para orientação dos estudantes”, comentou.

Ouça abaixo o relato da senhora Socorro:

Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo