• Dra Milena
Policial

ESPECIAL: Delegado Seccional, Yuri Givago comenta altos índices de roubos e furtos de motos em Patos e região. Ouça

A investigação da Polícia Civil também constatou que os veículos roubados, principalmente as motocicletas, estão sendo usadas em crimes de roubo e homicídio

ÓTICAS GUIMARÃES

O delegado seccional da Polícia Civil de Patos, Yuri Givago, concedeu entrevista à reportagem da Rádio Espinharas de Patos e na oportunidade tocou em vários pontos polêmicos sobre a criminalidade em nosso município, a exemplo dos roubos e furtos.

Givago iniciou dizendo que o núcleo de roubos e furtos tem realizado investigações para identificar as pessoas que cometem crimes de ordem patrimonial. Segundo ele, os crimes investigados tem relação com subtrações em estabelecimentos comerciais e ainda de veículos, com uso de violência ou não. No tocante às subtrações em comércios, o delegado afirma que são as mesmas pessoas que costumam praticar esse tipo de delito.

“São pessoas que já foram presas, e contra as quais já existem outras investigações, e a sensação que a polícia tem é que esse pessoal não tem ficado preso o suficiente para que tenhamos uma sensação de segurança. Geralmente quando o crime não envolve violência, e quando a pessoa é flagrada, existe a fiança e por mais alta que seja, estão sendo pagas e a pessoa é posta em liberdade. E quando não é pego em flagrante, quando é apenas é investigado posteriormente, temos percebido que a justiça não tem deferido as medidas cautelares relativas a prisão”, afirma.

Sobre a causa dos roubos e furtos, ele atribuiu ao sentimento de ânsia das pessoas por dinheiro para usufruir de bens de consumo ou para abastecer o tráfico de drogas.

A investigação da Polícia Civil também constatou que os veículos roubados, principalmente as motocicletas, estão sendo usadas em crimes de roubo e homicídio.

Outra parcela desses veículos roubados está sendo comercializada em outros estados, a exemplo de Pernambuco, também para serem utilizados em práticas criminosas.

Mesmo conseguindo recuperar alguns veículos, e ainda prendendo alguns bandidos, a soltura precoce desses criminosos tem dificultado a eficácia do trabalho da Polícia Civil e Militar, garante o delegado.

Ouça mais detalhes no áudio que segue.

Entrevista com o delegado concedida a equipe de jornalismo da Rádio Espinharas

Matéria por Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas)


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo