Delegado revela detalhes da investigação do assassinato de adolescente na cidade de Sousa



As polícias Militar e Civil continuam à procura do jovem Luan Henrique Melo da Paz, acusado de assassinar a namorada na tarde desta terça-feira na cidade de Sousa, no Sertão paraibano.

De acordo com o delegado Ilamilton Simplício, a polícia apreendeu várias pedras de crack e uma espingarda calibre 12 de fabricação caseira na residência onde o crime aconteceu, indicando que lá era um ponto te venda de drogas.

“Não temos ainda a motivação do crime de forma clara. Sabemos apenas que os dois conviviam. O autor do crime não é da cidade de Sousa. Provavelmente seja de João Pessoa ou do estado de Pernambuco. São informações ainda iniciais que nós estamos levantando”, falou o delegado.

O acusado tem passagem pela polícia por roubo em Sousa e outros antecedentes criminais registrados em João Pessoa e Pernambuco. De acordo com o delegado, o próximo passo é ouvir os parentes da vítima.

O crime

A adolescente Irisvânia da Silva, mais conhecida como “Irinha”, de 17 anos, foi morta com um tiro de espingarda calibre 12 na tarde desta terça-feira. O principal suspeito é seu namorado Luan Henrique Melo da Paz, que está foragido.

Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu na residência do casal, no bairro Alto do Cruzeiro. Uma equipe do SAMU foi acionada, mas quando chegou ao local a adolescente já estava morta.

Diário do Sertão