Delegado fala sobre morte de homem suspeito de matar e mutilar corpo de adolescente em Manaíra. “Sujeito de alta periculosidade”. Ouça



O delegado de polícia da cidade de Manaíra, Gutemberg Cabral, voltou a conceder entrevista ao jornalista Airton Alves da Rádio Espinharas, desta vez na manhã desta quinta-feira, 17 de outubro, onde por telefone, trouxe detalhes da morte de Leonardo Pereira do Nascimento, popularmente conhecido como “Leozinho”, acusado de matar a facadas Fabrícia Ribeiro Nogueira, 16 anos, crime praticado na madrugada desta quarta-feira (16), no centro da cidade de Manaíra, foi morto, durante uma troca de tiros, na manhã desta quinta-feira (17).

Um fato novo revelado pelo delegado, é que Léo era um elemento de alta periculosidade, onde há alguns dias chegou a efetuar vários disparos de arma de fogo na residência que os policiais descansavam naquela cidade.

Ouça abaixo a entrevista do delegado:

De acordo com informações, Leozinho estava escondido no sítio Constantino, localizado na zona rural de Manaíra, quando houve uma troca de tiros. No confronto ele acabou morto. Ainda não se sabe como ocorreu o confronto e com quem foi.

Ele estava sendo procurado pela PM desde a noite dessa segunda-feira (14), após o assassinato da adolescente. Uma arma de fogo foi encontrada próximo ao corpo

Patosonline.com

Áudio de Airton Alves (Rádio Espinharas 105,1 FM)




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.