• Dra Milena
Policial

Delegado Edson Pedroza comenta sobre homicídio registrado na tarde desta quinta-feira (08), em Patos. OUÇA

ÓTICAS GUIMARÃES

O delegado Edson Pedroza, da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos (DHE/Patos), falou à imprensa patoense e comentou sobre o homicídio registrado no início da tarde desta quinta-feira, dia 08 de setembro, aqui na cidade de Patos.

Segundo o delegado, por volta de 12h00min, a vítima, identificada como Carlos Jorge Oliveira da Silva, de 27 anos, vulgo “Kikiu”, saiu de sua residência no bairro São Sebastião, para deixar sua mãe em um colégio próximo ao Hospital Infantil, onde ela trabalha. Quando retornava, juntamente com um filho e uma enteada, que são crianças, ele pressentiu que estava sendo seguido por um motoqueiro.

Próximo ao estabelecimento conhecido por “Neto do Caldo”, ele parou o carro, deixou as duas crianças dentro do veículo e saiu correndo na direção de sua residência, na Rua Félix Araújo, no bairro da Vila Cavalcante, momento em que foi alcançado por dois indivíduos que estavam em uma motocicleta e alvejado com vários disparos de pistola, indo a óbito no local.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima era ex-presidiário e havia saído do presídio há cerca de um ano, onde cumpriu pena por envolvimento com drogas e outros delitos contra o patrimônio. Edson disse que a família informou não saber o motivo nem a origem do homicídio.

“Nós estivemos lá no local com a perícia, onde foi feito todo o levantamento. […] Estamos abertos a qualquer informações por parte da população, de familiares da vítima, acerca do fato, para que possamos identificar mais um autor desse crime de homicídio”, comentou o delegado.

Ouça mais detalhes no áudio abaixo:

Delegado Edson Pedroza

Veja também

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo