Delegado de Catolé do Rocha discorda que 70% dos homicídios periciados pelo NUMOL de Patos sejam de Catolé do Rocha. Ouça



A informação de que 70% dos mortos periciados pelo NUMOL de Patos seria do município de Catolé do Rocha foi refutada pelo delegado seccional daquele município, Sylvio Rabelo, durante entrevista concedida recentemente à reportagem da Radio Espinharas.

O percentual contestado pelo delegado foi publicado no último final de semana na rede social de um popular, que teve um amigo assassinado naquele mesmo município. A informação teria sido baseada numa força de expressão de alguém que estava próximo a essa pessoa que publicou o post.

De acordo com o delegado, a estatística divulgada não existe, tendo em vista que segundo levantamento feito junto ao IML, cerca de 18% dos corpos de todo o sertão, e que dão entrada no IML, são de Catolé de Catolé.

Independente da notícia falsa divulgada, Sylvio Rabelo afirmou que os crimes de homicídios ocorridos em Catolé do Rocha estão sendo investigados e muitos dos autores estão sendo presos de imediato.

Há cerca de uma semana a força tarefa entre as polícias Militar e Civil está realizando ações ostensivas no sentido de conseguir mais resultados positivos, conforme enfatizou Sylvio.

Ouça mais detalhes na entrevista que segue.

Matéria por Patosonline.com

Áudio – Airton Alves / Rádio Espinharas

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com