Policial

Delegado confirma prisão de dois suspeitos pelo assassinato de jovem em Cacimba de Areia, na manhã desta quinta (17)

O jovem Alexandro Nunes, de 18 anos, foi morto a tiros, na comunidade Vila do Amor, em Cacimba de Areia, na manhã desta quinta-feira, dia 17 de junho. Os dois indivíduos chegaram em uma moto, já efetuando os disparos, e conseguiram tirar a vida do jovem.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi motivado por disputa pelo domínio do tráfico de drogas na região, quando duas facções deram início a uma guerra, após ameaças nas redes sociais. De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, ao receberem a informação do crime, logo foram iniciadas as diligências para elucidar o assassinato de Alexandro.

“Na manhã desta quinta-feira, ao receber a informação acerca da prática de homicídio na comunidade Vila do Amor, zona rural de Cacimba de Areia, a equipe da Delegacia de Homicídios e Entorpecentes de Patos, juntamente com policiais militares do 3º Batalhão, com sede em Patos, começaram a efetuar diligências em conjunto com o objetivo de colher informações sobre a autoria e a motivação sobre o crime em destaque, a partir das informações colhidas no local, com a família da vítima, o jovem Alexandro Nunes, de 18 anos”, esclareceu o delegado.

Reinaldo Nóbrega explicou ainda como foi possível chegar aos dois acusados pela morte de Alexandro. Eles foram presos em flagrante e conduzidos ao presídio, onde estará à disposição da justiça.

“Conseguimos angariar informações sobre a autoria do crime, que foi debitada a dois indivíduos, além da possível motivação, que seria relacionada a briga entre facções criminosas. Os dois indivíduos foram autuados em flagrante pela prática de homicídio qualificado e foram encaminhados ao Presídio Regional de Patos, onde deverão aguardar pela decisão de um juiz, em audiência de custódia, para a manutenção ou não da prisão”, explicou o delegado.

Ainda segundo informações da população, a disputa pelo tráfico de drogas vem tirando a paz das comunidades em Cacimba de Areia. Entretanto, o tenente-coronel Rômulo Ferreira, do 3º Batalhão, assegurou que as guarnições vão reforçar o patrulhamento na região, a fim de restabelecer a ordem e a paz no município e disse que todos podem ficar tranquilos, pois a polícia está atenta.

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo