Delegada afirma: jovem morto tinha vários inimigos



A delegada Júlia Valeska, que está à frente das investigações para esclarecer o assassinato do jovem Aislan Vieira, morto a tiros no último domingo aqui em Patos, declarou ao repórter Adilton Dias (rádio Panati FM), que o Aislan tinha vários inimigos.

A delegada confirmou que a vítima tinha várias passagens pela polícia, inclusive com envolvimento no caso da troca de tiros entre polícia e o bando do “Nego Pinto”, onde quatro policiais ficaram feridos e o Nego Pinto foi morto.

Júlia Valeska afirmou que Aislan, foi atingido por no mínimo, dez tiros. Ele estava em uma moto Biz, de cor vermelha e conduzia duas moças, que não foram atingidas e estão sendo ouvidas pela polícia.

Confira a entrevista..