Esportes

Daniel Alves é transferido de presídio na Espanha

Jogador foi acusado de cometer crime de agressão sexual em balada na Catalunha

ÓTICAS GUIMARÃES

Acusado de cometer crime de agressão sexual, Daniel Alves estava preso preventivamente no Centro Penitenciário Brians 1, na Espanha, desde a última sexta-feira. Segundo a apuração da emissora ESPN, nesta segunda-feira, o lateral-direito da Seleção Brasileira foi transferido para uma cela individual no Centro Penitenciário Brians 2.

O jogador foi detido após prestar depoimentos contraditórios às autoridades do país sobre o caso. Depois de três noites em Brians 1, penitência que tem capacidade para abrigar 200 presos, o jogador foi transferido para um presídio mais moderno. Em Brians 2, estão presentes apenas 80 pessoas detidas com celas e chuveiros individuais.

A decisão da transferência ocorreu no intuito de preservar a segurança do jogador. Pelo mesmo motivo, ele tampouco terá acesso liberado para a área do pátio ao mesmo tempo que os outros detentos. No atual cenário, Daniel Alves seguirá preso até o dia do julgamento do caso. 

Enquanto isso, o staff do agora ex-jogador do Pumas busca junto com sua advogada, tentar interpor recursos perante a decisão de prisão preventiva. Além de um advogado brasileiro, foram para a Europa Dinorah Santana, ex-exposa e sócia do jogador, e também o empresário de Daniel Alves, Fransérgio Ferreira.

Relembre o caso

Daniel Alves é acusado por uma mulher de cometer crime de agressão sexual em uma festa de fim de ano em Barcelona, na Espanha. O crime teria ocorrido no banheiro de uma boate onde os dois estavam presentes em um evento. Após prestar depoimentos contraditórios para às autoridades e a existência de laudos médicos e imagens de segurança que provam o encontro dos dois, a juíza espanhola decretou a prisão preventiva do jogador.

Fonte: Lance!


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo