Mundo

Da Europa à África: paraibano natural de Monteiro viaja pelo mundo de bicicleta

Conheça a história de Victor Nunes, que já pedalou mais de 1,5 mil quilômetros pela Europa

ÓTICAS GUIMARÃES

Viajar pelo mundo, visitar vários países e conhecer culturas diferentes parece ser o sonho de muita gente. Mas fazer tudo isso em cima de uma bicicleta não é para todos.

Realizando um sonho, o paraibano Victor Nunes dispensou o conforto das viagens de avião, navio ou carro. Partindo da Irlanda, na Europa, sobre duas rodas, ele planeja chegar até Marrocos, país no Norte de África. Desse trajeto, já foram percorridos mais de 1,5 mil quilômetros – distância suficiente para alimentar o desejo de continuar.

“Um rapaz que se tornou um grande amigo e cruzou do Alasca [nos Estado Unidos] ao Ushuaia [na Argentina] de bicicleta. Fiquei super empolgado com essas histórias e pensei que poderia fazer algo parecido. Então adaptei esse rolê para Europa-África e depois sabe se lá para onde”, brincou.

Foto: Acervo Pessoal/Victor Nunes

Natural de Monteiro, no Cariri da Paraíba, Victor cresceu em João Pessoa, onde se cursou engenharia civil e ambiental. Pensando em aprimorar a fluência em inglês, ele decidiu fazer um intercâmbio na Irlanda. Por lá, trabalhou “focado em juntar dinheiro para conseguir realizar esse projeto [de viajar pelo mundo de bicicleta]”.

Para chegar ao destino final (Marrocos), Victor contou que tudo vai depender de quanto ele conseguir economizar até lá. Porque vontade de seguir pedalando é o que não falta. “Estou amando a experiência e quero seguir fazendo isso”.

“Parar todo dia em um lugar diferente, comer comidas diferentes, conhecer pessoas ao longo do caminho… essa troca cultural é engrandecedora demais”, completou ele.

Na bike, só o necessário

E para essa aventura não é preciso levar muita coisa na mala – ou melhor, na bicicleta. Com Victor, só vão as coisas necessárias para se manter nos lugares que passa. “Carrego roupas de frio, kits para cozinhar (super compacto) e dormir (barraca, saco de dormir, colchão inflável), alimentos, água, kit para fazer reparos na bicicleta, lanterna e uma câmera”, disse.

Foto: Acervo pessoal/Victor Nunes

Realizado, Victor leva a vida de forma mais simples e garante: “Adoro essa ideia de viajar pedalando. É uma forma mais sustentável e empolgante”.

Fonte: Portal T5


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo