Esportes

Cuca não renova e deixa o Atlético-MG

ÓTICAS GUIMARÃES

Em comum acordo, o técnico Cuca e o Atlético-MG acertaram que o multicampeeão não comandará o Galo na próxima temporada. Com contrato até dezembro, o clube e o treinador optaram pela não renovação do contrato.

Na sua terceira passagem pelo clube mineiro, Cuca não agradou. Contratado para resolver os problemas do clube e apagar o incêndio da eliminação na Copa do Brasil, acabou caindo nas quartas de finais da Libertadores para o Palmeiras. Ao todo nesta temporada, foram 21 jogos, com sete vitórias, sete empates e sete derrotas.

O Atlético-MG concluiu o Brasileirão na modesta sétima colocação, com 58 pontos. Garantido na Pré-Libertadores do próximo ano. A direção pretende reforçar o elenco para 2023 e encontrar um bom nome para o comando mirando principalmente a inauguração de sua nova arena. A previsão é de que o primeiro jogo por lá aconteça em maio.

Após as conquistas da Copa do Brasil e do Brasileirão em 2021, Cuca decidiu deixar o Atlético-MG para se dedicar mais à família. O clube mineiro, então, contratou o argentino Antonio ‘Turco’ Mohamed. O novo treinador não caiu nas graças da torcida, e os resultados fracos na Libertadores, no Brasileirão e a eliminação na Copa do Brasil, diante do Flamengo, pesaram na conta.

Ídolo do clube e técnico mais vencedor da história do Galo, Cuca esteve à frente do time alvinegro em grandes conquistas como a Tríplice Coroa de 2021, conquistando o Brasileirão, Copa do Brasil e Mineiro. Cuca também conquistou a inédita Libertadores de 2013, além dos Estaduais de 2012 e 2013, totalizando seis títulos pelo Clube.

“Amo esse Clube e agradeço de coração à toda Massa Atleticana”, disse Cuca.

Na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no último domingo (13), em São Paulo, Cuca tornou-se o treinador que mais dirigiu o Galo em jogos de Campeonato Brasileiro, com 154 partidas, ultrapassando Telê Santana, campeão brasileiro pelo Atlético em 1971.


Por: Agência Futebol Interior


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo