CRM-PB constata falta de equipamentos em Hospital Regional de Patos

A criança está internada na UTI do hospital de Patos (Foto: Divulgação)



O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) constatou falta de equipamentos para proteção dos profissionais de saúde e de tratamento a Covid-19 em fiscalização realizada nesta terça-feira (7) no Hospital Regional de Patos, Sertão da Paraíba.

De acordo com o vice-presidente do CRM-PB, Antônio Henriques, a quantidade de equipamentos de proteção individual (EPI’s) seria insuficiente. O Conselho também constatou necessidade de mais leitos com ventiladores mecânicos, com monitores multiparamétricos e ampliação da equipe.

Através da assessoria da Secretaria Estadual de Saúde, a direção do Hospital declarou que quantidade de EPI’s que se encontra no hospital, inclusive de máscaras N95, é suficiente para suprir a demanda interna destes equipamentos por, pelo menos, 10 dias. Além disso, foi feita nesta terça-feira (7) a compra de mais 1.000 máscaras, cujo fornecedor deu um prazo de entrega de até 15 dias.

A diretora Liliane Sena reforçou que foram comprados mais dois mil aventais descartáveis e impermeáveis para regulação do estoque e que o hospital já recebeu doações de protetores faciais.

Em nota, a diretoria relata que dificuldade de compra e entrega num prazo mais curto destes produtos de uso individual não é uma problemática isolada de nenhuma unidade de saúde, mas, uma realidade mundial, devido à pandemia da Covid-19.

G1/PB




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.