Esportes

Cristiano Ronaldo se aproxima do Al Nassr, da Arábia, e pode ganhar R$ 1 bilhão por ano, diz jornal

Segundo o "Marca", astro de Portugal estaria "perto de fechar" com clube saudita, tomando decisão por motivos econômicos, após ficar sem opções na elite da Europa

ÓTICAS GUIMARÃES

Depois de ter o contrato rescindido com o Manchester UnitedCristiano Ronaldo pode mesmo parar no mundo árabe. O jornal “Marca” afirma nesta quarta-feira que o jogador está se aproximando do Al Nassr, da Arábia Saudita, que teria feito uma proposta com cifras astronômicas para tentar convencer o craque da seleção portuguesa. A receita do jogador poderia chegar a 200 milhões de euros (R$ 1,09 bilhão) por ano, entre salário e acordos de publicidade.

O diário espanhol indica que CR7 está “perto de fechar” com o clube e poderia assinar um contrato de dois anos e meio, até junho de 2025, quando teria 40 anos. O “Marca” destaca que Cristiano “estaria decidido a rebaixar o nível competitivo” depois de esgotar opções para seguir na elite do futebol europeu. E, assim, compensaria seus últimos passos no futebol com benefícios econômicos – nos quais nenhuma equipe conseguiria alcançar as cifras oferecidas pelos árabes, nem mesmo a MLS, liga dos Estados Unidos.

O futebol árabe estaria tentando se desenvolver novamente, e os dirigentes buscariam fortalecer a liga local. E Cristiano Ronaldo poderia ser o principal impulso midiático para isso. Sua equipe poderia rivalizar com o Al Hilal, que vem se destacando a nível continental e tentou se aproximar de CR7 no ano passado.

O Al Nassr atualmente é comandado pelo técnico Rudi García, que recentemente comandou o Lyon. Seu elenco conta com jogadores que já se destacaram no futebol europeu, como o brasileiro Talisca, o colombiano Ospina e o camaronês Aboubakar.

Fonte: ge


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo