Crianças deficientes auditivas passarão por cirurgias e família pede ajuda para custear pós-operatório



A Redação do Patosonline.com recebeu nesta terça-feira, 03 de setembro, o pedido de ajuda da família das crianças, Ryan e Kauê, ambos deficientes auditivos. Após esperar muito tempo, a família recebeu a notícia de que finalmente a cirurgia iria sair, no entanto, o pós-operatório requer cuidados especiais, inclusive fazendo uso de medicamentos. A família é da cidade de Catolé do Rocha, e fez o levantamento dos custos chegando a conclusão que não tem condições financeira para bancar tal despesa.

Para não perder as cirurgias a família teve uma ideia, fazer uma campanha, pedindo ajuda a população patoense. Então eles lembraram do Patosonline.com e resolveram enviar o texto publicado abaixo.

Leia e veja se você pode ajudar as crianças.

“Oi gente vim aqui pedir a ajuda de vcs! Bom esse é o Ryan e o outro é e o Kauê, um tem 5 anos e o outro 4. Os dois são deficientes auditivos, há 4 anos a cirurgia deles estava correndo na justiça. Esse pedido foi feito pelo o SUS, demorou vários anos… Mais ontem, 02 de setembro, recebemos a notícia que eles ganharam a cirurgia, mas tem um porém, ao fazer a cirurgia eles vão precisar fazer tratamento compra remédios todos os mês. O tratamento sairá no valor de 600 reais por mês e o remédio saíram quase o mesmo valor. Eles vão ter que ficar o tempo internados no hospital então vai precisar de vários medicamentos, então estou aqui pra pedir uma ajuda a vcs pra que ajudem a arrecadar dinheiro para que eles continuem com o tratamento. Nossa família não tem condições hoje estou aqui pedindo pra que vcs ajudem meus sobrinhos. Vc pode doar qualquer valor … Por favor ajudem a agente, ajudem eles pra que eles possam escutar e falar. Nossa família sonhou tanto com isso compartilhem ajudo no que vc poder vou deixa o número para contato abaixo”.

083998635081.

#campanha_Ryan_kauê

Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.