Roberta Trindade

Crescimento do empreendedorismo no Brasil. Por Roberta Trindade

ÓTICAS GUIMARÃES

O empreendedorismo é muito importante para o crescimento da economia do país, e representa, dentre outras questões, o processo de iniciativa de abertura de novos negócios.

De acordo com a Agência Brasil, durante o ano de 2021 foram abertos no Brasil 4.026 milhões de empresas, embora, tenham sido fechadas 1.410 milhões de empresas, gerando um saldo de 2.616 milhões de novas empresas, representando um acréscimo de 19,7% em relação a 2020.

Algumas causas são evidentes e merecem destaque, pois são determinantes neste crescimento.

Uma delas é o empreendedorismo por necessidade, em virtude do número de desemprego forçadas pela pandemia, algumas pessoas preferiram arriscar no próprio negócio e tornar-se mais independente, sendo responsável diretamente pela geração da própria renda, como também gerando emprego para outras pessoas.

Foi importante a redução da burocracia, no processo de abertura de empresas, que já vinha ocorrendo, e que foi intensificada por processos digitais, facilitando e tornando mais dinâmica a tramitação do processo de abertura das empresas. Da mesma forma, a possibilidade de pagar uma alíquota menor de impostos, através da opção pelo MEI e de empresas optantes do simples nacional.

Merece destaque ainda as reformas previdenciárias e trabalhistas que, na minha análise, despertaram ainda mais os trabalhadores, para a precarização do trabalho pela ampliação do tempo necessário para a aposentadoria e novas formas de contratação que foram possibilitadas, nem sempre beneficiando os trabalhadores.

O melhor disso tudo é a possibilidade de ampliação dos empregos, já que as micro e pequenas empresas são responsáveis pela expressiva maioria dos empregos no Brasil, e, desta forma, contribuem efetivamente para o crescimento do Brasil.

Por Roberta Trindade

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo