Coronavírus: Paraíba pode ter colapso no abastecimento de água; Cagepa faz alerta



A quarentena tem provocado uma mudança no padrão de consumo dos paraibanos e, devido ao aumento das pessoas em casa, tem crescido também o uso da água

A quarentena tem provocado uma mudança no padrão de consumo dos paraibanos e, devido ao aumento das pessoas em casa, tem crescido também o uso da água. No entanto, o presidente da Cagepa, Marcus Vinícius Fernandes Neves, alertou que esse alto consumo pode gerar um colapso no sistema de distribuição. “Temos que ponderar o equilíbrio entre oferta e demanda. O consumo desenfreado pode baixar o nível dos reservatórios rapidamente. Trocando em miúdos, se abusar, vai faltar”, advertiu.

Marcus Vinícius conclamou a população a agir de maneira solidária e endossar a causa com medidas práticas de racionalidade. “No cenário atual de pandemia do coronavírus, precisamos unir esforços para combater essa ameaça. Precisamos ter responsabilidade e senso coletivo para enfrentarmos esse problema. Sabemos que a principal medida preventiva contra o coronavírus é a higienização, então estamos trabalhando diuturnamente para evitar a falta d’água. Mas a população precisa ser nossa parceira nesse processo”, disse.

Como economizar água sem descuidar da limpeza?

– Feche bem as torneiras durante o ensaboamento das mãos e após o uso. Torneira aberta em 1 minuto gasta 3 litros de água;

– Feche a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba;
– Evite banhos demorados. O chuveiro aberto em 15 minutos gasta 60 litros de água;

– Antes de lavar a louça, remova restos de comida dos pratos e das panelas, ensaboe e só abra a torneira para o enxague;

– Evite lavar as calçadas com mangueira. Elas podem ser varridas;

– Molhe plantas e jardins ao entardecer ou amanhecer. Isso evita a evaporação rápida da água. Utilize regador em vez de mangueira;

– Evite que as crianças brinquem de tomar banho com mangueira;

– Fique atento aos vazamentos em pias, chuveiros e vasos sanitários;

– Conserte imediatamente os vazamentos, trocando as partes danificadas das canalizações. Não faça remendos provisórios.

CANAIS DE ATENDIMENTO:

– Teleatendimento 115

– Redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram)

– Agência virtual (www.cagepa.pb.gov.br)

– App Cagepa, que está disponível para smartphones com sistema Android

Fonte: MaisPB