Coronavírus: Diretora do Hospital de Patos diz que população está mais consciente e buscando atendimento em casos mais graves. Ouça



A confirmação do primeiro caso de coronavírus na cidade de Patos e primeiro óbito registrado em todo o estado em decorrência do Covid 19, deixa a população ainda mais apreensiva e insegura quanto aos sintomas apresentados em cada pessoa.

Desta forma, a tendência é que a procura aumente nos hospitais e outros serviços de saúde do município.

Sobre essa situação a coordenadora do Complexo Hospitalar Regional de Patos, Liliane Sena, falou à nossa reportagem e na oportunidade informou que as pessoas estão demonstrando consciência, tendo em vista que seguem procurando aquela casa de saúde apenas quando apresentam sintomas mais intensos e preocupantes.

As pessoas com sintomas respiratórios mais leves devem procurar as 4 unidades de saúde do município que estão direcionadas para este atendimento, sendo elas: UBS Solon Medeiros (Salgadinho), UBS Horácio Nóbrega (São Sebastião), UBS Metódio Leitão (Monte Castelo) e UBS Domiciano Vieira (Maternidade).

Além disso, a UPA do Campo da Liga e o PA Maria Marques no Jatobá, também estão atendendo os casos mais leves.

Mesmo assim, Liliane disse que as pessoas têm o livre acesso ao Hospital Regional de Patos, porém, quando na triagem apresentam sintomas leves, são orientados para o isolamento familiar e passam a ser acompanhadas.

“Até então a gente tem tido a cooperação da população, de fato, pra entender que hospital é pra atender casos moderados e graves. Casos simples, não procurem o hospital. Sempre foi assim, mas agora estamos tendo mais compreensão da população”, ressaltou.

Liliane Sena ainda destacou o bom trabalho da equipe de servidores do hospital de Patos e agradeceu pela colaboração da população.

Matéria por Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas)