Coritiba demite o técnico Rodrigo Santana

Rodrigo Santana durou apenas 45 dias como técnico do Coxa | Gabriel Machado/AGIF



O Coritiba confirmou, na noite deste domingo (13), a demissão de Rodrigo Santana. O treinador não suportou à derrota por 1 a 0 para o Sport, na Ilha do Retiro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e acabou destituído do cargo. Pachequinho comandará o time, por ora.

Santana deixa o Coxa com um retrospecto de apenas 11% no comando do time paranaense, com dois empates, quatro derrotas e nenhuma vitória sequer em seis partidas. Foram apenas 45 dias come treinador no Alto da Glória.

O técnico de 38 anos ainda chegou a não poder participar de um dos confrontos do Coritiba no Brasileirão, diante do Bahia, por ter contraído Covid-19. Rodrigo Santana deixa o time alviverde com 21 pontos, na antepenúltima colocação do Brasileirão, a sete pontos do primeiro fora da zona de rebaixamento.

O próximo jogo do Coxa será no sábado (16), em confronto direto diante do Botafogo, no Couto Pereira, às 21h (de Brasília).

Veja a nota oficial do Coritiba abaixo:

O Coritiba Foot Ball Club encerra o vínculo com o técnico Rodrigo Santana. A decisão foi tomada após a partida contra o Sport, realizada na noite deste domingo (13), em Recife.

Rodrigo Santana chegou ao Coritiba em novembro e fez sua estreia contra o Internacional. No total, o profissional comandou do banco de reservas o Coxa em cinco oportunidades, acumulando três derrotas e dois empates. O Coritiba deseja sucesso na continuidade do profissional e de membros do seu staff, que também deixam o clube. 

O auxiliar técnico Pachequinho comanda a equipe coxa-branca no início dos trabalhos da semana, juntamente com o restante da comissão técnica permanente do Verdão.


Esporte Interativo