Corinthians: Carille não resiste a goleada do Flamengo e é demitido por Andrés Sanchez

Reação de Fábio Carille com a derrota do Corinthians para o Flamengo por 4 a 1, no Maracanã GazetaPress



Fábio Carille não é mais o treinador do Corinthians. Após o time ser goleado pelo Flamengo por 4 a 1, no Maracanã, o treinador foi demitido ainda nos vestiários do estádio. O desgaste já vinha desde outubro e a trajetória dele acabou no terceiro dia de novembro.

Ele se despede do clube com retrospecto de 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas em 183 jogos (57% de aproveitamento). Conseguiu quatro títulos em praticamente dois anos e meio de trabalho: um Campeonato Brasileiro e três Paulistas.

Deixa o clube na sétima colocação do Nacional, com 45 pontos. O clube ainda não definiu o substituto, deve fazer isso na próxima segunda-feira. É provável que Fabinho, auxiliar técnico fixo, comande os treinos. A equipe já tem novo compromisso na quarta, diante do Fortaleza, em Itaquera.

“Não discutimos a multa [rescisória de R$ 6 milhões]. Isso é o de menos”, disse o presidente Andrés Sanchez, em entrevista coletiva. “Nós tiramos. Foi uma conversa, toda conversa de demissão é triste, ainda mais de um treinador que tem história grande no Corinthians. Tivemos de tomar essa decisão”.

Muito se especulou sobre sua demissão após a derrota por 2 a 1 para o CSA, na última quarta-feira, mas Andrés Sanchez, presidente do clube, bancou a permanência de Carille. A péssima apresentação no Maracanã, em um dia que a equipe foi dominada pelo rival, acabou pesando.

Carille deixa o clube com oito jogos sem vencer, com quatro empates e quatro derrotas.


ESPN.com.br




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.