Coordenadora diz que boatos sobre fechamento da UPA prejudicaram a escala médica. Ouça;



A coordenadora Geral da Unidade de Pronto Atendimento-UPA, Tassia Rangel Soares Costa Freire de Araujo, afirmou nesta segunda-feira, 02, no jornal Notícias da Manhã, da Rádio Espinharas 97,9 FM, que os boatos veiculados semana passada, em torno do fechamento da UPA, prejudicou a escala médica da unidade neste domingo, 01 de dezembro.

Tássia Rangel argumentou que a possibilidade de fechamento da unidade provocou insegurança profissional em alguns médicos que prestam serviço a UPA, dificultando a escala de plantões de 7h às 19h deste domingo e provocou a interdição médica da unidade por parte do Conselho Regional de Medicina da Paraíba-CRM-PB.

Ela justificou que a interdição ética se deveu a ausência de médicos, uma vez que na UPA de Patos os pacientes ficam em observação, o que se faz necessário a presença do médico naquela casa de saúde.

A coordenadora também pediu desculpas à população pelo ocorrido e afirmou que as escalas médicas do mês de dezembro já estão preenchidas. Ouça as palavras da coordenadora geral da UPA, Tássia Rangel;

Coordenadora geral da UPA, Tássia Rangel. Áudio de Misael Nóbrega

Patosonline.com

error0
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com