Gerais

Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e MP visitam presídio feminino de Patos e constatam que não existe iluminação nas celas. Ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

Uma situação curiosa veio à público por meio da declaração de Samara Oliveira, que é membro do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher na cidade de Patos (PB).

Samara contou que recebeu denúncias de familiares de apenadas do presídio feminino de Patos, informando que as celas daquela unidade prisional não teriam sequer a existência de iluminação básica no período da noite.

“Elas não têm nem luzes nas celas, e não podem ter também ventilação”, ressalta.

Diante das denúncias, Samara Oliveira disse que em reunião do conselho, colocou a situação a fim de buscar uma resolução.

Em seguida, a entidade buscou apoio do Ministério Público, que de prontidão se mostrou solícito para averiguar a veracidade ou não das denúncias.

Mediante uma visita das conselheiras e do promotor Uirassu, foi constatado que de fato não existe iluminação nas celas, nem mesmo condições para uso de ventiladores ou qualquer outro dispositivo de ventilação.

Para o momento, as duas entidades já decidiram que deve ser tomada uma providência de caráter urgente, mas que essa determinação virá do Ministério Público, em breves dias, conforme assegurou a conselheira Samara Oliveira.

Ouça mais detalhes no áudio que segue abaixo.

Samara Oliveira – Áudio: Wânia Nóbrega/Rádio Espinharas FM

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo