Condenados por 4 homicídios, roubo e tráfico de drogas fogem da cadeia pública de Pombal



Policiais militares da 3ª companhia de polícia militar continuam a procura dos três presidiários que fugiram no início da manhã desta terça-feira (28), da cadeia pública de Pombal, de uma forma que está sendo investigada para saber se houve facilitação.

De acordo com informações obtidas, conseguiram escapar do presídio os detentos Rafael Inácio de Sousa – que cumpre pena por roubo -; Raildo da Silva Bezerra, vulgo “Neném”, acusado de tráfico de drogas, além de Franceildo da Silva, vulgo “Véi de Tinim” ou “Pai véi”, que é condenado por quatro assassinatos, entre eles um contra um policial militar em São Paulo.

A fuga aconteceu por volta das 6h15, quando os presos, utilizando-se de uma “teresa”, feita com roupas e cabos de vassouras, escalaram o muro da cadeia, conseguindo acesso à rua.

O detento Franceildo, no dia 04 deste mês, foi flagrado cavando um buraco na cela onde estava, usando o eixo de um ventilador. Ele é considerado de alta periculosidade.

O diretor do presídio, Denílson, não foi encontrado pela reportagem para falar sobre as fugas, mas fontes ligadas à polícia disseram que pelo menos dois dos fugitivos não estavam autorizados a estarem na quadra, para realizar serviços, local de onde conseguiram escapar.

Ainda segundo o informante, não se descarta uma investigação para saber a responsabilidades dos agentes de plantão no caso.

Naldo Silva