Complexo de Patos começa semana com 16 pacientes na UTI e mais 11 nas enfermarias clínicas do isolamento Covid



O aumento do número de casos de Covid sentido nos últimos dias refletem diretamente na ocupação dos leitos dos hospitais que são referência para doentes com coronavírus.

Em Patos, no Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), um dos hospitais de referência da rede pública estadual para casos de coronavírus no sertão paraibano, os casos que necessitam de internamento continuam aumentando.

Nesta segunda-feira (07), a unidade tem 16 pacientes internados na UTI Covid, o equivalente a 75% de sua capacidade para doentes que precisam de cuidados intensivos, e mais 11 pacientes nas enfermarias clínicas Covid.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, explica que embora o número de pacientes graves tenha diminuído em relação à semana passada, quando a UTI Covid atingiu 90% de sua capacidade, o momento é de extrema atenção e cuidado.

“A gente que atua na área de saúde vê a gravidade da situação no dia a dia, até pelo aumento do número de casos, e isso nos dá uma sensação de impotência muito grande ao ver que muita gente ainda vai a festas com muita gente, não usa máscara e negligencia no distanciamento e nos cuidados preventivos.

A população precisa entender que não é momento de relaxar. A atual conjuntura pede muito cuidado e atenção com as medidas preventivas”, reiterou o diretor, lembrando que Patos e região estão com a bandeira Vermelha e com os maiores índices de contágio da doença no Estado.

Dos 16 pacientes que estão internados na UTI Covid do Complexo, 11 deles estão intubados com o TOT, que é um tubo inserido dentro da traquéia do paciente através da via oral ou nasal. O mais novo paciente da UTI é uma mulher de 33 anos e o mais idoso também é uma mulher com 85 anos.

Dos 11 pacientes internados nas Enfermarias Clínica Covid o mais novo é um homem de 42 anos e o mais idoso é um senhor de 80 anos. Os dados fazem referência a o último boletim do setor de isolamento Covid da unidade, expedido no começo da manhã desta segunda-feira (07).

Assessoria