Esportes

Comissão discute situação das obras em andamento nos estádios paraibanos

ÓTICAS GUIMARÃES

A Comissão de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, coordenada pelo Ministério Público da Paraíba, realizou, nesta terça-feira-feira (22/11), mais uma reunião para avaliar a situação dos estádios que serão utilizados nos campeonatos de futebol estadual e regional, em 2023.

A reunião foi presidida pelo coordenador da comissão e do Núcleo de Desporto e Defesa do Torcedor do MPPB, procurador de Justiça Valberto Lira. Participaram comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo Araújo; o subcomandante da Polícia Militar, coronel Francimar Lins; o secretário de Infraestrutura, Deusdete Queiroga; a superintendente da Suplan, Simone Guimarães; o secretário executivo de Esporte e Lazer, Harlen Vilarim; o capitão da PM Eduardo Monteiro; o tenente-coronel Tiago Aragão, do Corpo de Bombeiros; o diretor de competições da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Gustavo Trindade.

De acordo com o procurador Valberto Lira, as prefeituras de Patos e Sousa, gestoras., respectivamente, dos estádios José Cavalcanti e Marizão, foram convidadas para a reunião mas não compareceram. Durante a reunião, Valberto Lira fez um histórico da atuação da comissão em prol da regularização dos estádios e destacou que, no momento, somente os estádios de Sapé e Cruz do Espírito Santo estão liberados, mas que o Estado é o ente que se encontra mais adiantado em relação às obras nos estádios Almeidão e Amigão.

O secretário Deusdete Queiroga informou que o Estado fará todo o trabalho necessário para garantir a realização dos jogos nos estádios Almeidão, em João Pessoa, e Amigão, em Campina Grande e se comprometeu a resolver a questão de forma definitiva.  A superintendente da Suplan informou que sobre a obra que está sendo realizada no Almeidão e da manutenção corretiva que deverá ser executada no Amigão.

Ao final, ficou definido que os órgãos técnicos visitarão o Amigão, próxima quinta-feira (24/11), às 10h, quando será visto o cumprimento do cronograma apresentado anteriormente e adotadas providências para serem executadas as obras mais urgentes. A mesma visita deverá ocorrer, também, com relação ao Almeidão, na semana seguinte.

Após essas visitas técnicas a Comissão realizará reunião para análises do que for constatado.

Por Ascom/MPPB


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo