Comandante do 3° BPM fala sobre acusação de assassinato praticado por PM em Imaculada



O comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar com sede em Patos, Coronel Carlos, foi ouvido pelo repórter Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas de Patos), na manhã desta quinta-feira, dia 05 de novembro, onde falou sobre a acusação de assassinato, que pesa contra o cabo da Polícia Militar, Cícero Rosival.

 

Cabo Rosival está sendo acusado de atirar no peito de um jovem, no último sábado (dia 31 de outubro), fato ocorrido em um bar da cidade, provocando a morte imediata do mesmo.

 

Esse fato foi de grande repercussão, inclusive com protesto de populares e familiares da vítima, no momento do sepultamento, ocorrido no domingo passado em Imaculada.

 

Após o assassinato, mesmo com buscas realizadas pelos policiais naquela cidade, o acusado não foi localizado.

 

O repórter Higo de Figueiredo procurou e ouviu o Coronel Carlos, comandante do 3° Batalhão, que presta o seguinte esclarecimento sobre o caso.

 

patosonline.com