Com testagem e medidas de segurança, Fórum Miguel Sátyro tem retorno de júri presencial na cidade de Patos



A retomada dos trabalhos da primeira vara de Patos/PB, ocorreu na data desta quinta-feira, dia 13, com a realização do Júri do pronunciado EUNINO FERREIRA DA SILVA, que foi acusado da prática de homicídio qualificado, por motivação fútil e impossibilidade de defesa da ofendida. O réu foi acusado de matar a sua ex companheira Patrícia da Silva Assis Ferreira.

A sessão foi realizada de maneira presencial e estiveram presentes o promotor de Justiça Samuel Miranda Colares e na defesa Dr. José Corsino Peixoto Neto é Dr. Halem Roberto Alves de Souza.

O Tribunal do Júri e a Secretaria Municipal de Saúde de Patos, na pessoa do Secretário Zeca, firmaram uma parceira para testagem rápida de todos os atores do processo criminal, incluído familiares e servidores do Fórum, que são indispensáveis para a realização do julgamento. A parceira foi desenvolvida para todas as sessões, em número de 04 processos, todos de réus presos.

Além da testagem rápida, foram observadas todas as orientações do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ/PB), uso de máscaras, distanciamento dos jurados e partes, limitação de familiares, em número de 05 por partes, com total apoio da Direção do Fórum.

A sessão teve duração de oito horas e ao final o Sinedrio Popular reconheceu que o pronunciado cometeu o delito de homicídio qualificado, motivado por ciúmes; tendo sido condenado em 15 anos de reclusão.


ASCOM

Edição: Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.