• Dra Milena
Politica

Com pré candidaturas inclusivas, plenária de apoio à Lula é promovida pelo Comitê Popular de Lutas, em Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

O Comitê Popular de Lutas promoveu no último sábado (30) a grande plenária de fortalecimento das pré-candidaturas de esquerda da Paraíba. O evento aconteceu na Câmara Municipal de Patos e foi marcado com atos de apoio ao presidente Lula.

O momento foi conduzido pelo vereador José Gonçalves (PT) que apresentou a proposta do evento que teve como principal objetivo debater as políticas públicas para fortalecimento da Paraíba, assim como mobilizar a população para campanha de Lula para presidente.

Lenildo Morais, pré-candidato a deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT) falou sobre o seu encontro com Lula e fez destaques as propostas colocadas em pauta durante a reunião em Brasília.

“Eu tive um encontro com Lula, em Brasília, onde juntos com colegas da Embrapa, apresentamos as nossas propostas para a área da ciência e tecnologia para o campo, alimentação saudável e o fortalecimento dos movimentos sociais para a extensão da pesquisa e fomento”, disse Lenildo.

Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba e pré-candidato a senador pelo PT, ressaltou a liderança internacional de Lula e pediu união para que o ex-presidente seja eleito no primeiro turno.

“Lula é profundamente respeitado no mundo inteiro, então, a gente precisa compreender que é importante elegê-lo ainda no primeiro turno. Hoje são 33 milhões de pessoas com fome no Brasil. Isso não pode continuar”, destacou Ricardo Coutinho.

Com destaque a pré-candidaturas inclusivas, a Professora Ana Célia, pré-candidata a deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT) destacou a importância de colocar o nome a disposição.

“Coloco meu nome a disposição pela Luta em prol das mulheres, da população LGBTQIA+ e do Meio Ambiente. Destacar que precisamos unir forças para combater a degradação das nossa terra. Hoje, a Paraíba tem 94% das nossas terras perto da desertificação irreversível”, destacou Ana Célia.

Em discurso caloroso, Cida Ramos, deputada estadual pelo PT, fez destaque a grave crise humanitária que vive o País e destacou a presença da militância na plenária.

“Nós estamos diante de uma situação que o Brasil pode se perder como nação. Que está aqui nessa plenária são guerreiros não apenas de Lula mas da defesa da soberania nacional”, destacou.

Um dos discursos mais emocionantes da tarde foi promovido pelo professor Valdo Nóbrega, pré-candidato a deputado estadual pelo PT, que apresentou a necessidade de representar a comunidade surda do País.

“Eu sou pré-candidato a deputado estadual. Estou aqui representando a comunidade surda que precisa de muita mudança. A gente precisa ter um olhar para classe social de modo geral”, disse Valdo.

Valdo Nóbrega destacou ainda que as pessoas ainda tem preconceito com pré-candidaturas da comunidade surda e desabafa.

“Gente, eu quero dizer para vocês que isso não é um problema. Libras é uma língua. Eu sou uma pessoa surda mas conheço bem as leis, conheço bem o que as pessoas precisam, então, por isso, estou aqui em vida para conversar com vocês e que o trabalho não pode parar”, destacou emocionado.

Presente na plenária, o advogado José Lacerda falou sobre o atual cenário político e fez menções aos tristes momentos de ditadura.

“O momento exige de cada um de nós compromissos para que a gente não dê um passo ou dois atrás. É muito triste lembrar o quanto esse país sofreu na ditadura militar”, destacou.

Palloma Pires – Jornalista e Comunicadora Popular.


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo