Com objetivos distintos, Treze e Bota-PB decidem futuro na Série C

Foto: Divulgação



Chegou o grande dia.

Neste sábado (24), às 17h será dado o pontapé em um dos Clássicos Tradição de todos os tempos.

O duelo válido pela décima oitava e última rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro pode classificar o Botafogo-PB para o mata-mata do acesso e/ou rebaixar o Treze para a quarta divisão nacional. A partida será disputada no estádio Amigão, em Campina Grande.

O Galo da Borborema, mandante do jogo, ocupa atualmente a oitava colocação, com 18 pontos, e depende apenas de si para evitar o descenço. Um triunfo garante a permanência do alvinegro na Série C, mas uma vitória ou empate do já rebaixado ABC-RN diante do Globo-RN já serve para salvar o Treze, uma vez que a Águia potiguar tem dois pontos a menos.

Vindo de duas vitórias seguidas e em busca da terceira para não se preocupar com outro resultado, o treinador Celso Teixeira vai ter que quebrar um incômodo tabu, que é do Galo não vencer o Belo em Campina Grande desde 2015. Desde então foram três derrotas no três clássicos disputados no palco.

Para o duelo desta tarde, o comandante alvinegro tem quase força-máxima para mandar ao gramado do Amigão. Apenas o goleiro Mauro Iguatu, ainda lesionado, não tem condições de jogo.

Artilheiro da equipe na competição, o atacante Eduardo retorna ao time titular depois de desfalcar o time na última rodada.

Na sétima posição da tabela de classificação, apenas uma acima do rival, mas em um foco totalmente diferente, o Botafogo-PB precisa de ao menos duas combinações em três possíveis, além da própria vitória, para avançar e chegar ao mata-mata do acesso.

Com 24 pontos, o time torce por um empate entre Ferroviário-CE x Confiança, e tropeços de Imperatriz-MA e Santa Cruz nos clássicos contra Sampaio Corrêa-MA e Náutico, respectivamente.

Vindo de derrota em casa para o Náutico, que poderia ter praticamente resolvido a situação da classificação botafoguense, o técnico Evaristo Piza mais uma vez fechou os treinamentos da semana.

Desfalque certo é do lateral-esquerdo Fábio Alves, expulso diante do Timbu. Neuton e Enercino disputam a vaga na posição. O zagueiro Fred, que se machucou ainda no primeiro tempo no último fim de semana, não deve ter condições de jogo e pode ser substituído por Willian Goiano.

No meio campo, Rogério, após cumprir suspensão automática, retorna à equipe. Em má-fase, Marcos Aurélio não tem titularidade garantida e pode dar lugar para Elvinho ou Erivélton.

Arbitragem

O experiente Leandro Pedro Vuaden vai ser o árbitro principal do Clássico Tradição, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza, todos do Rio Grande do Sul. O quarto árbitro é Clizaldo Luís Maroja, do quadro da Federação Paraibana de Futebol.

O experiente Leandro Pedro Vuaden vai ser o árbitro principal do Clássico Tradição, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza, todos do Rio Grande do Sul. O quarto árbitro é Clizaldo Luís Maroja, do quadro da Federação Paraibana de Futebol.

Paraibaonline




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.