Com lista de dispensas e permanências, Bota-PB define situação de Piza

Foto: Ascom / Botafogo-PB



Um dia depois de anunciar o desligamento de seis jogadores e a renovação de dois, a diretoria do Botafogo-PB definiu, nesta sexta-feira (30), a situação do técnico Evaristo Piza. Ele teve seu contrato prorrogado por mais uma temporada e permanece na Maravilha do Contorno para 2020.

Na tarde de quinta-feira (29), o clube acertou o rompimento de contrato com mais cinco jogadores, que se juntam ao atacante Nando, o qual já havia anunciado sua saída no dia anterior.

Após duas temporadas de altos e baixos e quase sempre contando com o carinho da torcida, que diminuiu após a falha no gol do segundo jogo da decisão da Copa do Nordeste contra o Fortaleza, logo aos três minutos de peleja, o zagueiro Lula puxa a barca do dia.

O defensor de 27 anos disputou mais de 60 partidas pelo Belo e marcou três gols com a camisa alvinegra, sendo um deles no primeiro jogo da final do estadual de 2018, contra o Campinense.

Quem o acompanha é seu parceiro de zaga durante quase todo o Paraibano deste ano, setor mais frágil da equipe na Série C.

Destaque do Campinense na temporada passada, Willian Goiano parecia que logo se firmaria na retaguarda botafoguense, mas depois de falhar nos jogos para o Londrina, na Copa do Brasil, o jogador perdeu espaço e foi titular em poucas oportunidades no restante de 2019.

Reserva e com poucos minutos em campo, Rodolfo Mol é outro que não fica no time da estrela vermelha.

Outro jogador da posição que deve estar de saída é Fred, que está próximo de acerto com o Londrina para disputar a Série B do Brasileiro.

Com passagem para lá de discreta, quem fecha a lista é o goleiro Lucas Passarelli, que veio do Guarani-SP para compor elenco e não chegou a entrar em campo pelo time da Maravilha do Contorno.

Um dos últimos contratados para a disputa da Terceira Divisão e que chegou a ganhar espaço no time na reta final do torneio, quase sempre substituindo Marcos Aurélio, o meia Elvinho também não permanece no clube e já teve seu vínculo.

Mais um que deixa João Pessoa é o lateral-direito Itaqui, que chegou para ser titular, mas se lesionou no jogo contra o Santa Cruz, no Arruda, e não mais foi aproveitado.

Renovações

Mas a semana não é só de adeus. A sexta-feira também é “dia do fico” para Kelvin e o meio campista Erivélton.

Um dos destaques do Belo na Série C, onde marcou três gols, o atacante de 22 anos, que chegou pouco badalado ao clube, mas cumpriu bem o papel sempre que solicitado, é o primeiro a renovar contrato e vai permanecer na Maravilha do Contorno em 2020.

Por sua vez, Erivélton, vindo do ABC-RN, sonho antigo da diretoria, foi aproveitado no decorrer das partidas e teve boas atuações, mas não suficientes para o treinador Evaristo Piza utilizá-lo no time titular.

Outros que tiveram a permanência confirmadas para 2020 foram o meia Enercino, os laterais Neilson e Israel, e o atacante Hiago, que têm contrato até o fim do Paraibano do ano que vem.

Os meias Marcos Vinicius e Clayton, com acordo até o fim de 2020 e o estadual de 2021, respectivamente, seguem no clube.


Paraibaonline