Com lembrança recente ruim, Botafogo-PB encara Santa Cruz no Arruda



No dia 12 de março, o Santa Cruz, com dois homens a menos, venceu o Botafogo-PB por 3 a 0 no Arruda, pela sétima rodada da Copa do Nordeste. Após a partida, a direção botafoguense conversou com o então técnico Evaristo Piza para começar o planejamento para enfrentar o Nacional de Patos três dias depois pelo Paraibano. Entretanto, 12 horas depois, dirigentes aceitaram as pressões de conselheiros e torcida para demitir o treinador. A partir daí veio a pandemia, dispensas, contratações equivocadas, renúncias do vice de futebol e do presidente do clube e a crise política passou a se relacionar diretamente ligada com o futebol que não dava resultados e só piorou, mesmo com o alto investimento.

E é contra o mesmo adversário e no mesmo palco que o Belo, na zona de rebaixamento, ocupando a nona colocação com 11 pontos, vai jogar hoje (25), às 18h, pela décima segunda rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. A Cobra Coral é líder da chave com 24 pontos.

Para buscar a manutenção na ponta da tabela, o técnico pernambucano, Marcelo Martelotte, terá os retornos importantes dos goleiros Maycon Cleyton e Luiz Fernando, que estavam com Covid-19, do volante Paulinho e do zagueiro William Alves, que estão de volta após recuperação de lesões. O último entra na vaga de Célio, que vai cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Do lado do Botafogo-PB, em meio a uma crise política e eleitoral que parece não ter fim, o treinador Rogério Zimmermann tem praticamente todo seu elenco à disposição. A dúvida fica por conta da manutenção da formação mais ofensiva que tentou reagir no segundo tempo contra o Manaus na segunda-feira passada, com dois atacantes abertos pelos lados, ou se vai retornar ao esquema tático tradicional, com quatro no meio campo e apenas Diego Rosa e Ramon na frente. Não entram em campo o meio-campistar Erivélton, com lesão na coxa, e Léo Moura, que rescindiu seu contrato ontem.

Transmissão

Santa Cruz x Botafogo-PB terá transmissão pela plataforma DAZN. A mensalidade do canal custa R$ 19,90, mas o primeiro mês é grátis caso o assinante ceda previamente seus dados para cobrança.

Arbitragem

Leonardo Sígari Zanon apita o jogo, auxiliado por Luciano Reggenbaum e Jefferson Cleiton Piva da Silva, todos do Paraná. O quarto árbitro será o pernambucano Luiz Cláudio Sobral.


Equipe @Vozdatorcida