Esportes

Com alguns “pepinos” para descascar, TJDF-PB planeja julgamentos online

O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Paraíba (TJDF-PB) pode ter muito trabalho pela frente, independente da falta de definição sobre o reinício do campeonato estadual de 2020, paralisado por conta da pandemia da Covid-19.

Como se sabe, antes da pausa forçada, os Departamentos Jurídicos se alguns clubes se movimentaram para questionar supostas irregularidades de jogadores que estão em ação no Paraibano em curso.

O Sousa, por exemplo, no início de março, por 5 votos a 4, se livrou de perder pontos em uma acusação envolvendo o atacante Jó Boy.

O processo teve como autores Nacional de Patos e São Paulo Crystal.

Casos como o do zagueiro Egon, titular do Atlético de Cajazeiras, e do goleiro Pantera, suplente do Campinense, ainda não entraram na pauta do TJDF-PB.

Mas, certamente, os Jurídicos de Treze, Nacional de Patos e São Paulo Crystal, alguns dos interessados, vão se movimentar.

Isso porque, para refrescar a memória do torcedor que há dois meses se distanciou do Paraibano 2020, os resultados desses possíveis julgamentos podem interferir diretamente na classificação da competição.

Na segunda-feira (12) onTJDF-PB retomou suas atividades. Os trabalhos, contudo, estão sendo realizados a partir da casa dos auditores e funcionários do órgão, de forma totalmente online.

O presidente da Justiça Desportiva estadual, Raoni Vita, garantiu a volta total das atividades do tribunal, mesmo em regime de “homeoffice”.

De acordo com o jurista, os setores de Secretaria, Auditoria e advocacia já estão funcionando.

Os julgamentos, por sua vez, serão realizados através de videoconferências.

– Está tudo funcionando já na prática. Todas as funções sendo executadas em pleno vigor. Quanto aos julgamentos, no momento não temos nenhuma demanda. Mas já temos uma logística montada e iremos usar o mesmo método que os outros tribunais estão usando. Os julgamentos serão transmitidos ao vivo. Estou aguardando uma resposta do setor técnico para poder divulgar por onde e como será feita essa transmissão – explicou Raoni Vita, em entrevista ao Globoesporte.


Paraibaonline

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close