Cidadãos questionam critérios usados para asfaltamento de ruas no Bairro Monte Castelo, em Patos



Vários cidadãos residentes no Bairro Monte Castelo, Conjunto dos Sapateiros, Conjunto Vista da Serra, Bairro Jatobá e suas adjacências, estão buscando entender quais foram os critérios usados para a pavimentação asfáltica em ruas das referidas localidades na cidade de Patos.

Os moradores da Rua José Crispim, Bairro Monte Castelo, principal rua de acesso ao Conjunto dos Sapateiros, estão revoltados diante da pavimentação asfáltica que vai ser feita apenas em um trecho da rua. A Rua José Crispim faz cruzamento com a Rua Manoel Mota e segue por longo trecho em paralelepípedos até a estrada de acesso ao Conjunto dos Sapateiros e demais localidades, porém, o asfalto foi feito até o cruzamento da Rua José Crispim com a Rua Renan Ayres.

O outro trecho que está recebendo malha asfáltica é a Rua Elpídio Portela, porém, o tráfego na localidade é mínimo se comparado o fluxo de veículos da Rua Sebastião Monteiro, que tem a Igreja Santa Luzia e dá acesso a Creche Modelo que vem sendo construída no antigo Campo de Totô, ou seja, os cidadãos não estão entendendo que critérios foram usados, pois ruas de bastante tráfego ficaram de fora da melhoria na pavimentação.

Todos os questionamentos dos moradores foram enviados para o secretário de Infraestrutura do Município de Patos, Marcone Santos. A reportagem do Patosonline.com até essa quinta-feira, dia 04, não teve nenhuma resposta por parte do secretário. Na noite desta quarta-feira, dia 03, através do Programa Polêmica, os radialistas apelaram para que o secretário se posicionasse, pois, a obra segue e os cidadãos estão sendo completamente ignorados nas suas observações pertinentes.


Jozivan Antero – Patosonline.com