Locais

Cavalo morre com suspeita de raiva no Hospital Veterinário aqui em Patos; alunos que tiveram contato com o animal são vacinados. OUÇA

ÓTICAS GUIMARÃES

No último sábado, dia 05 de novembro, um potro, filhote de cavalo, morreu com suspeita de raiva animal no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), aqui em Patos. O fato causou preocupação na comunidade acadêmica já que alguns alunos tiveram contato com o animal durante uma aula prática.

Em contato com a jornalista Wânia Nóbrega, da Rádio Espinharas FM, Eldinê Gomes, diretor do Hospital Veterinário, explicou situação envolvendo o animal.

De acordo com Eldinê, o equino deu entrada no hospital na última quinta-feira (03) a tarde. Ele estava triste, sem querer comer e apresentava uma diarreia. O animal ficou internado em observação e sendo medicado, porém, no sábado (05), seu quadro clínico agravou-se, apresentando uma sintomatologia nervosa mais aparente, andando em círculos e acabou indo a óbito.

O diretor frisou que nesses casos suspeita-se de raiva, contudo, também há a possibilidade de ser uma outra doença, como a encefalomielite equina (roda) e a salmonelose. Foi feita a necrópsia e o resultado sairá dentro dos próximos 15 dias.

Eldinê conta que a aula prática com os alunos foi realizada na sexta-feira (04), mas nem todos tiveram contato direto com o animal. Os estudantes estão sendo monitorados e foram orientados a procurarem a 6ª Gerência Regional de Saúde para se vacinarem, assim como o proprietário do equino.

Alguns já foram vacinados, mas como o caso ocorreu no final de semana, as doses em estoque não foram suficientes para imunizar todas. Uma lista de alunos e pessoas que tiveram contato com o animal foi encaminhada para a Gerência.

Ouça mais detalhes nos áudios abaixo:

Eldinê Gomes, diretor do Hospital Veterinário – Áudio: Wânia Nóbrega/Rádio Espinharas FM
Eldinê Gomes, diretor do Hospital Veterinário – Áudio: Wânia Nóbrega/Rádio Espinharas FM

Por Patosonline.com

Com áudios da jornalista Wânia Nóbrega/Rádio Espinharas FM


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo