Politica

Cássio não oficializa pré candidatura, mas ordena que filiados do PSDB entreguem cargos ao Governo

ÓTICAS GUIMARÃES

Coube ao senador Cássio Cunha Lima anunciar no início da tarde de hoje a decisão tomada de maneira unânime pela executiva estadual do PSDB: os filiados ao partido devem entregar os cargos de primeiro e segundo escalão que ocupam no Governo de Ricardo Coutinho (PSB).

Em um discurso breve, antes da entrevista coletiva à imprensa, Cássio explicou que, depois do carnaval, haverá reuniões regionais do PSDB para ouvir os filiados e o povo a respeito do lançamento de candidatura própria ao Governo. 
 
"Não será um caminho único de auscultar a vontade do povo. Teremos vários. Quanto mais se ouve o povo, maior a capacidade do partido de representá-lo. O partido deve representar o sentimento da maioria e é isso que queremos fazer. Uma consulta como essa deveremos precisar de pelo menos 30 dias para que ela seja realizada. Há uma posição ética do partido, que não se sentiria à vontade em fazer uma consulta e ocupar um, dois ou três cargos no Governo. Por isso, os filiados deverão deixar esses cargos", explicou Cássio.
 
Ele também salientou não ter apresentado obstáculo à gestão de Ricardo Coutinho até agora: "Três anos e quatro meses depois, não se apontará uma só manifestação de minha parte que não tenha sido de contribuição para que o governo tivesse um bom resultado. Procurei cumprir minhas obrigações no Congresso e chegou a hora, depois de todas as manifestações apresentadas nos útimos meses, pesquisas de opinião, de ouvir o povo da Paraíba, que tem a soberania do poder de escolher seus representantes".
"reunião

Fonte – Parlamentopb 
Foto 2 – Divulgada pela Wscom 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo