Cássio diz não ter mais esperança de retornar ao Executivo estadual



Os advogados do governador cassado Cássio Cunha Lima (PSDB) entrarão com recurso no Supremo Tribunal Federal, hoje a fim de tentar a última instância para buscar anular a decisão do Tribunal Superior Eleitoral.


 


O tucano preferiu se resguardar, deixando para a sua assessoria informar seus próximos passos.


 


Ainda buscando o chamado “jus sperniandi”, Cunha Lima deixou claro que não mais irá retornar à chefia do Executivo do Estado.


 


Sua certeza está respaldada numa lógica simples: a tramitação da ação que será interposta do Supremo terá um longo caminho até chegar a uma conclusão, enquanto a decisão do TSE será cumprida de forma imediata, conforme decisão do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Carlos Ayres de Britto.