Candidatura de Dinaldo volta à julgamento na próxima semana



O processo da candidatura de Dinaldo Wanderley começou a ser julgado pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele já conta com o voto favorável do relator, o ministro Gilson Dipp. Na sessão da última quinta-feira, houve um pedido de vista do ministro Henrique Neves e não há previsão de quando será retomado o julgamento. Dinaldo foi barrado pela Lei da Ficha Limpa e caso volte a Assembleia Legislativa deixará de fora o deputado Genival Matias (PT do B).

Nas eleições passadas ele teve a candidatura impugnada pelo Ministério Público Eleitoral. Na Paraíba, o Tribunal Regional Eleitoral deferiu o registro e o caso foi parar no TSE. O ministro Hamilton Carvalhido negou o registro, impedindo que Dinaldo retomasse o mandato na Assembleia Legislativa, embora tenha sido um dos mais votados do seu partido, o PSDB.

Dinaldo teve problemas com a prestação de contas junto ao Tribunal de Contas da União (TCU). Ele apresentou uma certidão atestando que as suas contas não foram rejeitadas pelo órgão. Também anexou aos autos uma liminar da desembargadora Margarida Cantarelli, do Tribunal Regional Federal, da 5ª Região, suspendendo os efeitos do acórdão do TCU.

Fonte: PB Agora
com JPB