Câmara Municipal de Patos aprova LDO e diversos requerimentos que atendem reivindicações da população



A Câmara Municipal de Patos realizou nesta terça-feira(16), mais uma Sessão Ordinária remota onde aprovaram, em 1º votação, por unanimidade, o projeto de Lei nº 008/2020, de autoria do Poder Executivo, que estabelece diretrizes e metas orçamentárias para o exercício financeiro de 2021-(LDO).

Na mesma Sessão os vereadores também aprovaram 38 requerimentos que atendem solicitações da população e buscam melhorias para a cidade de Patos.

O vereador Sales Júnior solicitou, através de requerimento, ao prefeito interino de Patos, Drº Ivanes Lacerda, que disponibilize, também, os recursos da Lei 4.224/2013 (Bolsa Atleta) para os atletas da modalidade ciclismo que participam de competições pelo país.

Já vereadora Edjane Araújo solicitou em seu requerimento que o prefeito Drº Ivanes Lacerda edite um novo decreto reconhecendo os serviços realizados pelas academias como sendo serviço essencial, assim permitindo a abertura de academias no município de Patos, dentro das normas pré-estabelecidas pelo Ministério da Saúde.

Edjane também solicitou, através de requerimento, ao secretário municipal de Meio Ambiente, Silvio Alves Moreira e ao Tenente Coronel Rômulo Pereira, comandante do 3ºBPM, que realize fiscalizações periódicas no entorno dos abrigos dos idosos do município afim de verificar e coibir o uso abusivo de som e realização de festas proporcionando aglomerações e perturbação do sossego dos idosos em Patos.

O vereador Suélio Caetano solicitou ao comandante do 3ºBPM, Tenente Coronel Rômulo Pereira, para que seja intensificada a ronda policial na Agrovila Campo Cumprido, zona rural de Patos. De acordo com o parlamentar os moradores da localidade vêm sofrendo vários ataques criminosos e pede também a investigação por parte da policia no sentido de descobrir e punir aos meliantes que fizeram roubos e furtos na região.

Quem também apresentou requerimento importante foi o vereador Raniere Ramalho, que solicita aos gerentes de lotéricas e agências bancárias a desinfecção de forma continua das respectivas instalações enquanto perdurar a pandemia da COVID-19.

Assessoria CMP