Câmara de Patos realiza mais uma sessão. Confira



A Câmara Municipal de Patos voltou a se reunir na noite desta quinta-feira (23.04) mesmo diante do número reduzido de vereadores e do próprio povo que ocupou poucas cadeiras do Auditório da Casa.


Alguns dos faltosos justificaram a ausência de Plenário, a exemplo do vereador Ranieri Ramalho (PMDB) que estava no velório de um primo, que faleceu vítima de dengue hemorrágica no estado do Maranhão e trasladado para Patos.


O presidente da casa vereador Marcos Eduardo (PMDB) justificou aos presentes que Maria José Venâncio [peteca] (PRP), viajou em companhia do também vereador Sales Júnior (PMDB), como representantes da CMP em um evento em local não divulgado.


O destaque da sessão de quinta foi à presença da professora de história do Colégio Rio Branco Maria Salete que apresentou a todos um projeto de sua autoria que traz o tema: “Em busca aos desconhecidos”.


Ela disse que ideia é montar um Museu em Patos para resgatar toda e qualquer cultura relacionada e não deixar que se torne no anonimato os que fizeram história na Cidade. A professora trouxe para visitação vários alunos do colégio em que ela leciona e todos saíram lisonjeados ao conhecer as dependências da grande obra que foi erguida na gestão atual do vereador-presidente Marcos Eduardo.


Na sua passagem pela tribuna da casa o vereador José Motta Victor (PMDB) falou da importância do seu requerimento solicitando Audiência Pública, principalmente com o povo, para aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que pede a expansão do número de vereadores em Patos.


Motta disse que muita gente se engana quando pensa que os vereadores de Patos são contra a aprovação da PEC no município. Pelo entendimento do TSE é que ela só passe a valer após o término do mandato atual e seja votada apenas em 2012, com as eleições municipais.


Com a PEC implantada em Patos dos 11 vereadores a casa receberia mais 5 totalizando 16. Só que tem um detalhe, mesmo diante do aumento no numero de Parlamentares o Orçamento deve permanecer o mesmo, sem nenhuma alteração, por um determinado momento.


Com a PEC aprovada na Cidade de Patos Jefferson Melquíades, Juliana Sátiro, Orlando Xavier, Claúdio Barreto, Expedito Simões e Francisco de Assis Sousa, assumiriam sem nenhum empecilho as vagas.


O vereador Edileudo Lucena (PT) falou na Tribuna do seu requerimento que também solicita Audiência Pública para endossar agora, o pedido de desmembramento da UFCG com o Campus de Patos e se crie a Universidade Federal do Oeste.


Ele disse que todos sabem das dificuldades que terão que enfrentar e pede que haja mobilização da sociedade, para que o projeto ganhe força e não perca a concorrência assim como aconteceu com o Curso de Medicina levado para Cajazeiras.


Na semana passada foi realizada uma Audiência Pública que teve o requerimento solicitado pelo vereador Ivanes Lacerda (PSDB) e que conseguiu trazer a presença dos participantes o Magnífico Reitor da UFPB Thompson Mariz.


Portalpatos