Câmara de Patos emite nota de pesar pelo falecimento de Pinto do Acordeon



É com profunda tristeza que a Câmara Municipal de Patos lamenta a morte do cantor, compositor e músico paraibano, Pinto do Acordeon, fato ocorrido na madrugada desta terça-feira, dia 21, após vários dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Pinto do Acordeon enfrentava câncer, problemas renais e era diabético.

Pinto do Acordeon era referência e destaque no que fazia. Representou o forró e o Nordeste em todos os lugares em que se apresentou e levou seu forró e alegria. Pinto deixa um grande vazio na cultura nordestina, principalmente no São João de Patos, o qual, há mais de 20 anos, fazia a abertura.

Francisco Ferreira de Lima ou, simplesmente, Pinto do Acordeon, 72 anos, nasceu em Conceição, no Vale do Piancó, em 18 de fevereiro de 1948.

Pinto do Acordeon deixa viúva Madalena com quem teve sete filhos: Cicinho, Moisés, Alexandrina, Samuel, Priscila, Elis Regina e Madalena, todos desenvolvendo atividades iniciais no campo artístico, os quais, até a primeira década do Século XX, já haviam o presenteado com 19 netos.

Aos familiares, amigos e fãs, o Poder Legislativo municipal deixa os sinceros votos de pesar e roga para que Deus, em sua infinita misericordiosa, o guarde em lugar de paz e luz.

Assessoria CMP




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.