Gerais

Cagepa divulga que mais furtos de água foram flagrados em ação da Regional das Espinharas

Quem quiser denunciar alguma irregularidade no consumo de água pode ligar para o número 115

ÓTICAS GUIMARÃES

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) segue dando continuidade ao cronograma de combate a fraudes e furtos de água na Regional das Espinharas. As ações são promovidas em parceria com as Polícias Civil, Científica e Militar e têm o objetivo de reduzir o número de perdas na região. Na mais recente, foram flagrados delitos de furto de água no loteamento Luar de Carmem Leda e no bairro Novo Horizonte, no município de Patos. 

Vários imóveis estavam sendo construídos com água ligada de forma clandestina, fato este comprovado pelos técnicos da Cagepa. A ocorrência das irregularidades estavam sendo investigadas há alguns dias. O caso foi acompanhado pelo delegado de Roubos e Furtos, Elcenho Engel e ainda dos agentes da Polícia Civil e Científica. Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia Civil para as oitivas. 

A ligação clandestina de água é considerada crime no Brasil. Essa prática de adulterar o sistema de fornecimento de água é enquadrada como atentado contra o patrimônio, segundo o artigo 155 do Código Penal Brasileiro. De acordo com a lei: “Art. 155. Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel: Pena — reclusão, de 1 a 4 anos, e multa. 

Assim como essa, a Cagepa está realizando inspeções em vários outros pontos da cidade e região, com o objetivo de combater o crime contra o patrimônio público, que também interfere no abastecimento da cidade. 

De acordo com o gerente regional do Espinharas, Jônatas Raulino, Irregularidades dessa natureza não se limitam a causar apenas perdas financeiras para o erário, mas também contribuem com elevação de perdas no sistema de abastecimento de água da cidade, lesando toda população. “Quem se apropria de fraudes não tem a mínima preocupação em economizar, geralmente consome muito mais e desperdiçam, pois tem a falsa certeza de impunidade e que não pagará pelo crime cometido”, disse. 

Quem quiser denunciar alguma irregularidade no consumo de água pode ligar para o número 115; a ligação é gratuita e pode ser realizada de telefone celular. Ou ainda pelos demais canais de atendimento: WhatsApp 98198-4495, site (www.cagepa.pb.gov.br) e aplicativo Cagepa, disponível no Google Play e App Store. O denunciante não precisa se identificar. 

Fonte: Cagepa

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios