Cadeia Pública de Malta passa por desinfecção, detentos e funcionários são testados para covid-19



Duas importantes ações foram realizadas na cadeia pública de Malta durante estes dias 05 e 06 de abril. Na segunda-feira foi feita a desinfecção biológica de todo o prédio, já na terça-feira foram feitos teste para covid com todos os presos e funcionários do sistema prisional. Essa é mais uma ação de combate ao coronavírus da Secretaria Municipal de Saúde.

A desinfecção biológica é uma orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS) para ser realizada em locais com grandes concentrações de pessoas e foi operada por um agente de combate a endemias do município, capacitado em manusear produtos químicos e desinfetar ambientes. O agente desinfetou tanto o prédio da cadeia, quanto as viaturas.

Foram realizados 40 testes para covid-19 sendo: 35 detentos, 2 policiais militares e 3 policiais penais, não foi obtido nenhum resultado de IGM (doença ativa) e nenhum IGG (quando já teve a doença). A testagem foi operacionada por profissionais da saúde que atuam na linha de frente do enfrentamento ao coronavírus.

Franthesco Alves, Polícial Penal e Diretor da Cadeia de Malta, falou sobre a importância da ação: “Uma ação importantíssima na cadeia de Malta, com todo cuidado e controle que estamos tendo, ainda não houve nenhum caso de covid-19 entre os servidores nem entre os presos. O apoio nesse controle tem sido integral por parte da Secretaria de Saúde”.  

Além de ações como essa, a Secretaria de Saúde também faz doação de máscaras, álcool e disponibiliza de atendimento médico sempre que necessário.