Brasileirão: Corinthians vacila e Vasco perde em casa

Nino Paraíba e Gilberto marcaram os gols do time visitante na manhã deste sábado



Corinthians terminou o primeiro tempo vencendo o Ceará por 2 a 0, mas se acomodou na etapa final e decepcionou a torcida presente na Arena Corinthians, na manhã deste sábado, ao deixar o adversário buscar o empate por 2 a 2, com direito a um gol olímpico aos 46 minutos. A partida abriu a 18ª rodada do Brasileirão.

Com o resultado, a equipe comandada por Fábio Carille perdeu uma grande oportunidade de encostar nos líderes Santos e Flamengo, ao menos provisoriamente. Agora, continua em terceiro lugar, com 32 pontos, e pode ser ultrapassado por São Paulo e Palmeiras. O Ceará é o 12º colocado, com 21 pontos.

PRÓXIMOS JOGOS
O Corinthians volta a campo às 16 horas do próximo domingo, quando visita o Fluminense no Mané Garrincha, pela 19ª rodada. O Ceará joga um dia antes, contra o Vasco, em jogo marcado para as 21 horas, no Castelão.

Vasco perde em jogo de casa cheia

O Vasco decepcionou sua torcida na manhã desse sábado e foi derrotado pelo Bahia por 2 a 0, em São Januário, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time carioca segue estacionado na 15ª colocação, com 20 pontos, seis pontos acima da Chapecoense, primeiro time dentro da zona do rebaixamento e que ainda joga na rodada.

O Bahia, com 30 pontos, é o sexto colocado e segue sonhando com uma vaga na Libertadores da próxima temporada. Internacional e Atlético-MG, ambos com três pontos a menos, podem alcançar a equipe baiana no complemento da rodada.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado, o Vasco vai à Arena Condá, em Chapecó, enfrentar a Chapecoense. No domingo, o Bahia recebe o Fortaleza na Fonte Nova, em Salvador.


Por Agência Futebol Interior




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.