Mundo

Brasil supera média mundial de aplicação de doses de vacina contra a covid-19

ÓTICAS GUIMARÃES

Cerca de 27,1% da população mundial recebeu ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados do site Our World in Data. No entanto, alguns países latinoamericanos ultrapassaram – uns por muito – a média mundial. 

Esse é o caso do Uruguai e do Chile, que, com 72,95% e 71,22%, respectivamente, lideram porcentagens de vacinação pelo mundo, superando países como o Canadá, que tem 70,83% da população com ao menos uma dose, e o Reino Unido, com 68,35%.

E eles não são os únicos países da América Latina que superam a média mundial. As nações mais populosas da região também ultrapassam a taxa: a Argentina tem 51,98%; o Brasil, 46,35%; México, 32,22%; e a Colômbia aplicou em 31,20% ao menos uma dose da vacina.

Somam-se ao grupo outros países como o Equador, que possui 41,39%; El Salvador, com 38,97%; Costa Rica, com 38,92%; Panamá, com 34,42%; e Cuba, com 30,48%, segundo dados do our World in Data atualizados até 24 de julho.

México

México afirmou que enviará na terça-feira (27) 150 mil doses da vacina da AstraZeneca para a Guatemala, a fim que sejam “aplicadas como segunda dose” na população do país, afirmou a Embaixada mexicana.

O anúncio faz parte de um informe enviado do Ministério do Exterior em que se afirmou que o México também enviaria a Cuba insumos médicos e humanitários. 

Entre eles, incluem-se “material médio como seringas, tanques de oxigênio tipo T 9.500 litros e máscaras faciais”, além de “insumos como leite em pó, feijão, farinha de trigo, latas de atum, azeite e gasolina diesel”.

Colômbia

Chegou à Colômbia no domingo (25) 3,5 milhões de doses da vacina Moderna doadas pelos Estados Unidos. O presidente Iván Duque e o embaixador americano no país Philip S. Goldberg receberam o lote.

“Essa doação de vacinas por parte dos Estados Unidos é muito importante para seguirmos enfrentando a pandemia, e se soma aos aportes anteriores de vacinas da Janssen, que representam doses para cerca de 10% da população colombiana”, disse Duque.

Venezuela

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

No domingo (25), o presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou que o país havia detectado a variante Delta do coronavírus em duas pessoas que chegaram do exterior. 

Maduro afirmou que os casos eram de um jovem atleta que chegou da Turquia e de um médico que mora em Caracas, que também voltava do exterior. Maduro destacou que ambos estavam vacinados.

Argentina e Brasil

A fronteira entre a Argentina e o Brasil permanece fechada desde o ano passado, quando se instauraram restrições devido à pandemia de Covid-19. 

*Com informações de Reuters, Ana Cucalón e Marlon Sorto da CNN

Mariana Toro Nader, da CNN

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios