Brasil

Brasil soma 82.288 novos casos de Covid-19; média móvel de mortes é de 2.075

No dia que o país alcançou 500 mil mortes pela doença, número de óbitos em 24 horas é de 2.301

ÓTICAS GUIMARÃES

No dia que o país registrou a triste marca de 500 mil mortes pela Covid-19, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgou, neste sábado (19), que o Brasil registrou 2.301 mortes e 82.288 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

Com a atualização, o país soma 500.800 mortes e 17.883.750 contaminados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, em março de 2020. 

A média móvel de mortes ficou em 2.075 neste sábado, o número corresponde ao balanço de mortes registradas nos últimos sete dias. O índice vem apresentando alta no mês de junho. 

Dentre os estados brasileiros mais afetados pela doença, estão São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e Santa Catarina; cada uma destas regiões já soma 1 milhão de infectados pela Covid-19.

São Paulo é o estado com maior número de mortes, são 121 mil óbitos pela doença. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro, com 54 mil vítimas fatais, e depois Minas Gerais, com 44 mil mortes

500 mil vidas perdidas

O país ultrapassou neste sábado a marca de 500 mil mortos pela Covid-19. O Brasil é a segunda nação no mundo com o maior número de vítimas da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram 601.574 mortes, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

A marca de 100 mil mortes pela Covid-19 foi no dia 8 de agosto de 2020, 143 dias após o registro do primeiro óbito. No dia 7 de janeiro, o número chegou a 200 mil. Pouco mais de dois meses depois, em 24 de março, foram confirmadas 300 mil mortes. No dia 29 de abril, os índices superaram as 400 mil vítimas.

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo

Imagem – Olhar Digital

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios