Esportes

Botafogo-PB tenta primeira vitória na segunda fase da Série C

ÓTICAS GUIMARÃES

O Botafogo da Paraíba faz o terceiro jogo na segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro, enfrentando o Criciúma-SC, neste sábado (16), às 19h, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma-SC. O time paraibano busca a primeira vitória na fase para continuar com chance de classificação.

Com apenas um ponto, em um empate e uma derrota, em duas rodadas, o Botafogo luta para se firmar na competição. Quando entrar em campo, o time alvinegro já saberá o resultado dos concorrentes, Ituano-SP e Paysandu-PA, que se enfrentam às 17h, em São Paulo.  

A classificação geral do quadrangular indica que o Criciúma soma quatro pontos, na liderança, com uma vitória e um empate. O Ituano está na segunda colocação, com três pontos, com uma vitória e uma derrota. O Paysandu tem dois pontos, com dois empates. O Botafogo é o último colocado com um ponto, um empate e uma derrota.

Para esse jogo, o Botafogo será modificado no sistema defensivo, pois não conta com o zagueiro Daniel Felipe. O jogador recebeu o cartão vermelho no jogo passado e terá que cumprir suspensão. Para o lugar , deverá ser escalado o experiente Fred, que volta depois de se recuperar de uma contusão.

Seguindo a filosofia de manter sempre a base de jogo para jogo, o Botafogo não sinaliza mudanças nos outros setores. O treinador Gerson Gusmão deve manter a mesma formação dos últimos jogos. A formação do Botafogo pode ser: Fellipe, Sávio, Fred, Wiliam Machado e Tsunami; Tinga, Amaral, Clayton Rosas; Welton Felipe, Luã Lúcio e Juba.

A Confederação Brasileira de Futebol escalou o árbitro Paulo César Zanovelli da Silva para comandar o jogo, pertencente à Federação Mineira de Futebol. Os também mineiros Fernanda Nândrea Gomes Antunes e Magno Arantes Lira vão trabalhar como assistentes, além do quarto árbitro, Ronei Cândido Alves.

O quinto árbitro será José Roberto Larroyd e o analista de campo, Cantucho João Setúbal, ambos de Santa Catarina. O  árbitro de Vídeo é o mineiro Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira. O assistente do VAR é Cleriston Clay Barreto Rios, de Sergipe. O observador de VAR é Rodrigo Pereira Joia, do Ceará.


Portal Correio

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios