Politica

Blogueiro diz que não foi preso. Veja

Em e-mail enviado a redação do Patosonline, nesta terça-feira (18) o blogueiro Silvan Firmino, declarou que não foi preso pelo polícia, conforme informações divulgadas pelo nosso portal.

Veja o e-mail de Silvan na íntegra     

“Senhor Marcos Oliveira, fiquei bastante chateado com essa matéria tendenciosa publicada em seu site sobre a minha pessoa o que atrapalha sensivelmente o meu trabalho de pesquisador, causando enormes prejuízos a mim;  1º, não fui preso; 2º, não divulguei nenhuma pesquisa este ano; 3º, somente divulgo enquetes permitidas por lei; 3º, somente responde processo em liberdade quem foi condenado, eu não estou condenado por nada; 4º, fui conduzido a presença do juiz, que, logo que chegou a delegacia da federal revogou o pedido;  5º, a polícia não passou hora nenhuma me procurando;  6º, a multa por divulgação de pesquisa sem registro é de 50 mil reais e não de 10 mil,
 como seu site divulgou.  Maus profissionais somente prejudicam o
trabalho sério das boas empresas. Peço que faça o mais breve possível a sua maneira um texto sobre o pedido de resposta. Ficarei grato se isso acontecer. Atenciosamente”

O Patosonline.com informa ao colega Silvan Firmino, que não somos tendenciosos, apenas publicamos os fatos ocorridos em Patos e região. Também informamos que em nenhum momento nos referimos a publicação de pesquisa. A matéria questionada pelo colega, é referente prisão do mesmo, ocorrida através do mandado cumprido pela Polícia Federal na noite da quarta-feira, dia 12 de setembro, ordenado pelo juiz eleitoral de Patos, Dr. Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, consequência de insultos proferidos pelo blogueiro contra o referido magistrado, conforme consta na expedição do mandado.

Respeitamos o caro colega, tanto é que sua versão está publicada nesta matéria, no entanto, temos um compromisso com a informação e a sociedade de Patos e região.

Marcos Oliveira – Editor Chefe Patosonline.com   

Click aqui e veja a matéria questionada pelo blogueiro 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close