Bate boca marca sessão da Câmara Muncipal de Patos



O que seria uma sessão tranquila na terça-feira (09) acabou transformada em verdadeiro bate-boca entre situação e oposição.

Vereadores trocaram insultos e o presidente da Casa, Marcos Eduardo (PMDB) foi obrigado a desligar os microfones por causa do bate boca.

A contenda aconteceu por causa das constantes críticas que ultimamente vem sendo atribuídas pelo vereador Almir Mineral (PSDB), aos vereadores da situação (PMDB).



Ao projetar resposta em defesa de seu partido Raniere Ramalho pediu que Mineral tratasse o assunto com mais seriedade (respeito). Almir ao se referir ao PMDB e aos possíveis candidatos deixou escapar algumas expressões que não estão agradando de forma alguma a situação. “Tem boi na Roça; Tem muito rasto e pouco pasto; Mel de Italiana, Abelha incriquiada”. Debocha.

Raniere não escondeu a indignação e ao utilizar a Tribuna detonou. “Talvez se tivesse passado algum Circo por aqui, Vossa Excelência o acompanhava”, respondeu o vereador Almir Mineral.

De imediato Ivanes Lacerda (PSDB) interferiu a crítica do vereador Raniere Ramalho em reposta a Mineral e disse que ele havia o chamado de “palhaço”, que a mesa da Câmara deveria interpelar-lhe por ter falta de “compostura e decência parlamentar”.

A seguir foi à vez de Sales Júnior (PRB) rebater a interferência de Ivanes no bate-rebate entre Mineral e Ramalho alegando que ele não tinha postura suficiente para intervir entre os dois, pois havia chamado a Comissão formada por vereadores para fiscalização de alguns órgãos Públicos de Patos, de “esfomeados”.

Ivanes desabafou na Tribuna dizendo que nunca foi convocado para fazer parte das comissões que são formadas na Câmara e não sabe o porquê. Alegou que ao visitar o Hospital Regional de Patos, a comissão participou mais de um “banquete” do que de uma fiscalização.

Disse que a comissão não trouxe nada de concreto para sociedade e sim que a diretora ao invés de mostrar os problemas, realizou um “banquete” de comidas típicas para servir aos vereadores da comissão.

Texto/Mário Frade


Áudio/Higo de Figueirêdo


Foto/Patosonline.com