• Dra Milena
Policial

Atualização: Cabo Juliano foi surpreendido por assaltantes e estava sem arma no momento do assalto

ÓTICAS GUIMARÃES

A Polícia Militar compartilhou outros detalhes acerca do incidente envolvendo o Cabo Juliano, que foi vítima de disparos de arma de fogo na tarde deste sábado (12. Segundo as informações, Cabo Juliano estava na calçada de sua casa com sua família e, ao perceber a aproximação dos bandidos a pé, ele correu para dentro de casa, mas foi alcançado por um dos bandidos, que já chegou disparando contra ele.

Cabo Juliano foi atingido na altura do pescoço, com um tiro que transfixou e ficou alojado no ombro; outro disparo atingiu o seu pulso e um terceiro que atingiu uma vértebra. Rapidamente o policial foi socorrido para o Complexo Hospitalar Regional de Patos e, em seguida, foi transferido para Campina Grande, no fim da tarde/início da noite de hoje (12).

Logo após o incidente, a Rádio Patrulho foi informada do ocorrido e iniciou diligência na tentativa de identificar e localizar os criminosos. Ao serem vistos por uma viatura, nas proximidades do bairro Belo Horizonte, os criminosos iniciaram fuga e foram alcançados pelos policiais, dando início a uma intensa troca de tiros.

Os dois bandidos foram alvejados e não resistiram. Eles morreram ainda no local, antes mesmo de serem socorridos. Duas viaturas do SAMU Patos foram acionadas, mas nada puderam fazer.

Sobre a situação de saúde do Cabo Juliano, o hospital apenas informou que ele encontrava-se estável e, portanto, apto para a transferência com segurança para um hospital de alta complexidade. Segundo a PM, há risco de sequelas para o policial, tendo em vista as áreas do corpo em que Juliano foi alvejado.

Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo