Atividade Intersetorial alerta educadores de Mãe d’Água para os cuidados com a saúde vocal



Uma Atividade Intersetorial promovida pelas Secretarias Municipais de Saúde e Educação foi realizada na noite da última segunda-feira, dia 16 de setembro, com o intuito de chamar a atenção dos professores da Rede Municipal para os cuidados que devem ter com a voz, sua principal ferramenta de trabalho.

O evento contou com a participação da equipe de profissionais do NASF, através dos quais foram realizadas palestras sobre os cuidados com as cordas vocais e também, uma Roda de Conversa sobre a Campanha Setembro Amarelo e como os educadores podem ajudar na propagação de informações entre os jovens e adolescentes, que representam uma parcela crescente nos índices de suicídio no país.

As palestras foram ministradas pela fonoaudióloga Hellen Firmino, que falou sobre os principais problemas que acometem os educadores, no âmbito da voz; e apresentou a proposta de ser realizado um levantamento dos principais sinais e sintomas vocais que os professores de Mae d’Água apresentam, o que segundo ela resultará em um projeto de intervenção e prevenção para a saúde vocal destes profissionais.

“Além de conversarmos um pouco sobre a saúde vocal, também distribuí entre os profissionais presentes um questionário, o qual eles me devolverão com as informações sobre quaisquer sintomas que apresentem e, mediante isto, irei realizar os cálculos e ver quais os principais sinais e sintomas apresentados e, em seguida, formaremos grupos com aqueles que apresentarem a necessidade de tratamento e acompanhamento”, explicou Hellen.

Este momento ainda contou com a participação da bioquímica Miriam Vieira dos Santos, que falou um pouco sobre a importância da água para o bom funcionamento da voz e do organismo, a importância do trabalho em equipe e amor próprio.

A secretária de Educação, Vania Campos de França, também se fez presente e em sua fala, deu as boas-vindas a todos os educadores e a equipe da Saúde; parabenizou a todos pelo engajamento e participação e os convidou a dar continuidade ao trabalho proposto, abraçando as sugestões repassadas pelas palestrantes, bem como, buscando responder o questionário e, caso necessário, buscar o acompanhamento necessário junto aos profissionais.

Setembro Amarelo

O evento ainda contou com um momento de interação sobre a Campanha Setembro Amarelo, uma vez que a Secretaria de Saúde está realizando a programação e intensificando o repasse de informações sobre a campanha e a realidade do país.

Representando a Equipe do NASF, a fisioterapeuta Lívia Leite falou sobre a importância do falar e ouvir para que as dores emocionais diminuam e da importância do abraço, o que ela descreveu como “um remédio que todos tem, que não custa nada e pode salvar vidas”. “O abraço coletivo fortalece vínculos, melhora o dia de quem recebe e aumenta o amor de quem dar”, complementou.

Com a participação de todos os presentes, Lívia ainda fez uma dinâmica, utilizando a rosa como ponto de exemplificação de como “nossa vida passa por fases boas e ruins, as vezes ficamos despedaçados mas, assim como o papel rasgado em quatro partes pode se transformar em uma flor, podemos reflorescer a cada manhã, a cada decepção”.

Ascom | Prefeitura de Mãe d’Água