Atendimentos de vítimas de acidentes de trânsito no Hospital de Patos caem quase 30%



O relatório de atendimentos do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, de Patos, referente ao período de 1º a 30 de abril traz um dado relevante e mostra que a pandemia, apesar de seus efeitos negativos, também traz ganhos para a sociedade. E no caso do Complexo, esse ganho foi atender quase 30% menos pacientes vítimas de acidentes de trânsito neste período. Comparado com os dados de março, que registrou 266 atendimentos em consequência de acidentes de trânsito, em abril, esse número caiu para 209 casos, num decréscimo de 27,27%.

            Essa redução, destaca a diretora geral do Complexo, Liliane Sena, coincide com a adoção das medidas de isolamento social adotadas na Paraíba em função da pandemia do Covid-19. Em março, o Complexo já havia registrado uma redução nesse quantitativo em relação a fevereiro, que teve 342 ocorrências, contabilizando, uma redução de 76 atendimentos de um mês para o outro. “Com a restrição de circulação, era natural essa diminuição, mas, atingir quase 30% é um dado muito significativo”, reitera a diretora.

            Outro dado relevante é que também foi reduzido, apesar das medidas de isolamento social ter aumentado a circulação de motociclistas em função das entregas de delivery, o número de acidentes envolvendo motos. Enquanto em março foram registradas 233 ocorrências, em abril, esse número ficou em 183 casos. E a medida em que as ações de isolamento foram sendo intensificadas, os números de acidentados também foi diminuindo de 56 casos entre os dias 06 e 12 de abril, para 50 casos, entre os dias 13 e 19/04, para 39 atendimentos, no período de 20 a 26/04, caindo para 21 ocorrências entre os dias 27 e 30 do mês passado.

            O relatório de gestão da unidade no tocante a atendimentos às vítimas de violência, durante o mês de abril, também registra redução de 23,07% nos casos em que a vítima foi ferida por arma branca e 13,3% nos casos de agressão física. O registro de feridos por arma de fogo, em relação ao mês passado, infelizmente, ouve um aumento de 22,2%, com nove casos em março e 11 em abril.

Assessoria

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com